Alterações impostas à Saúde Ocupacional pela Pandemia do COVID-19

Este artigo pretende resumir de forma muito clara quais são as principais alterações que a Pandemia por COVID-19 trouxe à Saúde Ocupacional e que, por isso, devem ser conhecidas pelos profissionais a exercer neste setor. A informação aqui considerada é proveniente de dois documentos relevantes: a Informação Técnica elaborada pela Direção Geral de Saúde e o Decreto Presidencial, que pretendeu regular a aplicação do Estado de Emergência (ambos divulgados há alguns dias).

Radiação Ótica Artificial em contexto de Saúde Ocupacional- a Scoping Review

A maior parte dos trabalhadores e dos profissionais a exercer em equipas de Saúde Ocupacional não valorizará particularmente este fator de risco laboral, sobretudo quando colocado em comparação com os outros que também possam existir no posto de trabalho; pelo que os conhecimentos acerca desta área também não estão particularmente desenvolvidos, nem a bibliografia abunda.

Síndrome do Túnel Cárpico: mais que movimentos repetitivos?

A síndrome do túnel cárpico (STC) é uma condição progressivamente dolorosa do punho e mão, causada pela compressão do nervo mediano, ao nível do túnel cárpico, na face anterior do punho. Existem vários fatores de risco conhecidos, como movimentos repetitivos, cargas, vibrações, diabetes ou gravidez, mas alguns autores consideram que em 50% dos casos a etiologia é idiopática.

Pesca

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) apresenta no seu site, na secção “Instrumentos de Prevenção”, uma área dedicada à pesca, intitulada “Segurança e Saúde no Trabalho no setor da Pesca, Riscos Profissionais e Medidas Preventivas nas diferentes artes de Pesca”.

Criação de um Protocolo de Atuação em caso de Escabiose no Centro Hospitalar de São João, na sequência de um surto de pequena dimensão

Surtos de escabiose são frequentes em hospitais por todo o mundo, todavia a abordagem para controlar esse tipo de situação não está universalmente protocolada, existindo diversas metodologias para o fazer. Neste artigo descrevemos um surto hospitalar de pequena dimensão, que foi controlado com sucesso com um protocolo de abordagem criado para o efeito.