Projeto de Investigação associado ao setor das Lavandarias

Os profissionais que trabalham em lavandarias estão sujeitos a vários fatores de risco/ riscos ocupacionais, nomeadamente a exposição aos agentes químicos, fibras têxteis, mobilização de cargas, ruído e vibrações (ainda que por tempos curtos); no ato de “passar a ferro” podemos também destacar a postura de pé estática mantida, movimentos repetitivos com o membro superior dominante e a temperatura elevada (quer no sentido de ocasionar uma queimadura, quer pelo desconforto térmico global, eventualmente criado);

Riscos Toxicológicos na Produção Animal

A produção animal evoluiu para criações de grande dimensão, com maior concentração de animais, assim como dos seus dejetos e alimentos, resultando num ambiente rico agentes biológicos, químicos (em poeiras, gases, outros) e outros contaminantes do ar interior, com risco potencial para a saúde dos trabalhadores. O objetivo do presente trabalho foi identificar os principais riscos toxicológicos ocupacionais relacionados com a produção animal.

Benzeno- Riscos, Exposição e Formas de Prevenção em Trabalhadores da Indústria Transformadora em Portugal

Os trabalhadores da indústria transformadora poderão estar expostos a níveis elevados de benzeno, solvente orgânico vastamente utilizado no setor dos curtumes e do calçado, para o qual existe evidência de perigosidade para a saúde, com ênfase para a carcinogenicidade em humanos. Esta revisão tem como objetivos identificar quais as características, riscos e formas de prevenção referentes ao benzeno, visando contribuir para a discussão sobre o controlo, redução ou possível eliminação da sua utilização.

Estado da Arte em Medicina e Ambiente de Trabalho: Public Health e Occupational Health

Em 1995 a International Epidemiological Association define Public Health, Environmental Health e Occupational Health, como parte de um glossário conceptual. Embora a expressão saúde pública estivesse definida no sentido correspondente à saúde do povo, das comunidades ou das populações humanas no meio ambiente em que habitam, por oposição à saúde de cada individuo isolado, alvo de vigilância do profissional de saúde prestador de cuidados diretos, tem variado no decorrer do tempo com o período histórico e o grau de evolução da sociedade.

Indústria do Calçado: Principais Fatores de Risco e Riscos Laborais, Doenças Profissionais associadas e Medidas de Proteção recomendadas

A indústria do calçado está bastante desenvolvida em algumas zonas do nosso país, pelo que existe um número razoável de trabalhadores envolvidos neste setor. Os principais fatores de risco/ riscos associados são o contato com agentes químicos (e eventuais patologia oncológica, respiratória, dermatológica, oftalmológica e otorrinolaringológica); as posturas mantidas/ forçadas e movimentos repetitivos (e consequentes lesões músculo-esqueléticas); esforço visual (e eventual diminuição da acuidade)