Área de vivência como instrumento de atenuação ao calor ocupacional em trabalhadores do setor da cana-de-açúcar

Os trabalhos rurais desenvolvidos a céu aberto com exposição ao calor podem atingir facilmente os limites de tolerância estabelecidos pela NR15, sendo difíceis as medidas de controle sem as pausas oferecidas ao trabalhador em locais termicamente mais amenos, para regulação da temperatura corporal, como por exemplo as áreas de vivência, se usadas adequadamente.