Noções Gerais sobre Qualidade do Ar Interior e Síndroma do Edifício Doente em Contexto Ocupacional

Para além deste tema já ter chamado a atenção dos autores devido a outro artigo publicado nesta revista (“Qualidade do Ar Interior em Lares de Idosos e seus efeitos na Saúde dos Trabalhadores”), mais recentemente um dos presentes autores iniciou funções numa empresa de Call Center, na qual uma percentagem razoável de trabalhadores referia sintomas que associava à Qualidade do Ar Interior (QAI). Surgiu então a necessidade de procurar mais informação, até porque a generalidade da população passa cada vez mais tempo de lazer e de trabalho em zonas fechadas.

Profissionais a exercer em Call Center: principais Fatores de Risco e Riscos Laborais, Doenças Profissionais associadas e medidas de Proteção recomendadas

A generalidade dos trabalhadores de Call Center apresenta como principais fatores de risco/ riscos laborais a postura sentada mantida, movimentos repetitivos a nível do rato e teclado (e eventuais alterações músculo-esqueléticas), bem como esforço visual (e possível diminuição da acuidade e sensação de fadiga ocular), radiações eletromagnéticas (com consequências não consensuais entre investigadores), ruído (com eventual hipoacusia) e stress (com consequências variáveis entre os funcionários).

Riscos Toxicológicos na Produção Animal

A produção animal evoluiu para criações de grande dimensão, com maior concentração de animais, assim como dos seus dejetos e alimentos, resultando num ambiente rico agentes biológicos, químicos (em poeiras, gases, outros) e outros contaminantes do ar interior, com risco potencial para a saúde dos trabalhadores. O objetivo do presente trabalho foi identificar os principais riscos toxicológicos ocupacionais relacionados com a produção animal.

Indústria do Calçado: Principais Fatores de Risco e Riscos Laborais, Doenças Profissionais associadas e Medidas de Proteção recomendadas

A indústria do calçado está bastante desenvolvida em algumas zonas do nosso país, pelo que existe um número razoável de trabalhadores envolvidos neste setor. Os principais fatores de risco/ riscos associados são o contato com agentes químicos (e eventuais patologia oncológica, respiratória, dermatológica, oftalmológica e otorrinolaringológica); as posturas mantidas/ forçadas e movimentos repetitivos (e consequentes lesões músculo-esqueléticas); esforço visual (e eventual diminuição da acuidade)

Postos de Trabalho em Salões de Beleza (Cabeleireiros, Esteticistas, Manicuras/ Pedicuras): Principais Riscos e Fatores de Risco Laborais, Doenças Profissionais associadas e Medidas de Proteção recomendadas

Nos salões de beleza os funcionários estão geralmente estratificados em categorias específicas: cabeleireiro, esteticista, cosmetologista, manicura/ pedicura e ajudantes; contudo, na prática, costuma existir alguma polivalência, por acúmulo usual de funções ou apenas em situações mais pontuais (como férias, folgas ou ausência por doença).