Radiações e Saúde Laboral

O radão é um gás inerte, incolor e sem sabor, existente nas rochas, solos e águas, que facilmente se concentra no interior dos edifícios (quer domiciliares, quer laborais), onde a generalidade dos trabalhadores passa muitas horas. À radiação por ele emitida estão associadas algumas patologias que a equipa de Saúde Ocupacional deve conhecer, de forma a executar melhor o seu trabalho.

Detalhes

Cronobiologia aplicada à alimentação em contexto laboral

A forma como um trabalhador executa a sua ingestão é influenciada pelo contexto cronobiológico, sendo a sua saúde global daí consequente. Funcionários menos saudáveis, tal como está descrito na literatura, têm menor produtividade e maior taxa de acidentes de trabalho.

Detalhes

Nanotecnologia e Saúde Laboral

A nanotecnologia está, desde alguns anos, a ser desenvolvida de forma muito intensa, pelo que existem cada vez mais nanomateriais, prevendo-se que, para futuro, tal se acentue. Contudo, a acumulação destes produtos poderá ser nefasta para o ambiente e para a saúde. Todos os indivíduos estão em contato com estas substâncias mas alguns, pela sua profissão, têm uma exposição ainda mais relevante.

Detalhes

Principais riscos laborais dos profissionais da aviação

Os profissionais deste setor estão sujeitos a inúmeros riscos/ fatores de risco ocupacionais, contudo, parte deles, por vezes, é menosprezada. A este nível destacam-se as radiações (ionizantes e não ionizantes), ruído, agentes químicos, alterações na humidade/ oxigénio/ pressão, agentes biológicos, cronodisrrupção e o stress.

Detalhes

Cantoneiros: Principais riscos e fatores de riscos ocupacionais, doenças profisionais e medidas de proteção recomendadas

A recolha de lixo envolve basicamente três tipos de postos: o motorista que conduz o camião, o cantoneiro que faz a recolha para esse veículo e o cantoneiro que recolhe para um carro manual e/ou que usa máquinas portáteis para obter algum efeito específico na limpeza das ruas e/ou arvoredo. Estes três postos estão sujeitos a inúmeros riscos laborais, por vezes, pouco divulgados e/ ou percetíveis pelos próprios. Pretende-se com esta revisão bibliográfica sumarizar o que de mais recente e pertinente se escreveu sobre o tema.

Detalhes

Substancias psicoativas e saúde ocupacional

O consumo de substâncias psicoativas durante o horário de trabalho ou até fora dele, aumenta muito a frequência e a gravidade dos acidentes de trabalho, tendo os funcionários pior estado de saúde geral, menor produtividade e, por isso, existirão maiores custos para as empresas. Não é difícil encontrar bibliografia sobre o tema mas, geralmente, cada artigo foca aspetos parcelares, deixando por esclarecer por vezes questões teóricas e práticas fundamentais para atuar dentro de uma equipa de Saúde Ocupacional.

Detalhes

Porquê prescrever exercício em contexto laboral?

As patologias associados a um estilo de vida menos correto são cada vez mais prevalentes; parte delas conseguem inclusive associar-se, constituindo entidades de gravidade superior (como é o caso da Síndrome Metabólica).

Detalhes

Principais riscos e fatores de risco laborais dos jardineiros, eventuais doenças profissionais associadas e medidas de proteção recomendadas

Os trabalhadores ligados ao setor da jardinagem estão expostos a um conjunto de riscos e fatores de risco profissionais nem sempre percecionados pelos próprios e/ou empregadores ou até por elementos da equipa de Saúde Ocupacional sem experiência prévia nesta atividade laboral. Pretendeu-se com este estudo dar a conhecer o que de mais relevante e recente se publicou sobre o tema, contribuindo para uma maior capacitação de todos os envolvidos neste processo.

Detalhes

Ruído e saúde ocupacional: Consequências para além da hipoacusia

Entre os Profissionais de Saúde Ocupacional é associado facilmente o ruído à hipoacusia/ surdez; contudo, ao longo dos últimos anos têm-se desenvolvido projetos de investigação que, apesar de ainda não serem alvo de consenso alargado, associam o ruído a muitas outras alterações de saúde.

Detalhes